Casual

Restaurante proíbe entrada de clientes com menos de 30 anos nos EUA

Estabelecimento busca criar um ambiente sofisticado e tranquilo, gerando apoio e críticas com a medida.

Fernando Olivieri
Fernando Olivieri

Redator na Exame

Publicado em 11 de junho de 2024 às 09h35.

O restaurante caribenho Bliss, localizado nos arredores de St. Louis, nos Estados Unidos, adotou uma política controversa ao proibir a entrada de clientes com menos de 30 anos. Desde sua inauguração em maio, o estabelecimento permite apenas a entrada de mulheres com no mínimo 30 anos e homens, 35 anos, com o objetivo de criar um ambiente “sofisticado e tranquilo”. A decisão gerou uma mistura de apoio e críticas.

De acordo com a reportagem do The Washigton Post, os proprietários do Bliss, Marvin Pate e sua esposa, defendem a restrição etária como necessária para manter uma atmosfera "adulta e elegante". A política é parte da estratégia do restaurante para oferecer uma experiência diferenciada, que inclui pratos como arroz jollof, coquetéis tropicais e narguilés. Em um post no Facebook, o restaurante explicou que a medida visa garantir um ambiente de jantar “maduro, sofisticado e seguro para todos”.

A restrição de idade dividiu a opinião dos clientes. Enquanto alguns apreciam a tranquilidade proporcionada pela nova regra, outros acreditam que a gerência deveria focar em coibir comportamentos indisciplinados, independentemente da idade dos clientes. Críticos apontam que a idade não garante comportamento adequado.

Apesar das críticas, muitos frequentadores elogiaram a iniciativa, considerando-a uma forma de escapar do comportamento mais "vibrante" dos jovens. Alguns clientes chegaram a expressar nas redes sociais seu alívio em poder desfrutar de uma refeição tranquila sem a presença de uma clientela mais jovem e barulhenta.

Outros restaurantes seguem restrições

A legislação dos Estados Unidos permite que restaurantes imponham limites de idade, pois o fator não é protegido nesse contexto. Polêmicas em torno de restrições de idade geralmente surgem quando restaurantes proíbem crianças, como foi o caso do Nettie's House of Spaghetti, em Nova Jersey, que no ano passado não permitiu a entrada de crianças menores de 10 anos devido ao barulho e à bagunça.

Embora seja menos comum que tais regras sejam aplicadas a adultos, há precedentes. Em San Antonio, o Horizons & More se apresenta como um destino para maiores de 30 anos. Em Nova York, o The Auction House impõe uma política de entrada para maiores de 25 anos nas noites de sexta-feira e sábado. No ano passado, dois jovens relataram no TikTok terem sido barrados no Melody's Bar & Grill, em Los Angeles, por não terem idade suficiente para a noite de maiores de 30 anos.

Acompanhe tudo sobre:RestaurantesEstados Unidos (EUA)

Mais de Casual

Wine power: o poder dos bares de vinho na educação sobre a bebida

Antonio Forjaz, da Sportingbet, mostra a rotina multiesportiva de um executivo

O Brasil é apaixonado por picapes, e o CEO da Ford América do Sul sabe o motivo

A melhor mesa de restaurante do Rio de Janeiro fica no Copacabana Palace

Mais na Exame